O poder dos Amenities

24.03.2021 | Artigos | 0 comments

Amenitie é uma palavra francesa, que significa amenidade ou facilidade. Segundo o dicionário Priberam, da língua portuguesa, quer dizer “qualidade de ameno”; “doçura polida e agradável do trato”; “suavidade”; “sensação de bem-estar”. E é isto mesmo que os amenities são ou pretendem proporcionar.

Tratam-se de produtos de higiene, usados em algumas áreas do mundo do Turismo, mas mais associados ao setor da hospedagem, nomeadamente aos hotéis. Têm a função de oferecer uma atenção especial aos hóspedes, brindando-os com a possibilidade de usar artigos de cuidado pessoal, sem que tenham que se preocupar em adquiri-los pelos seus próprios meios.

Atualmente são um habitué em qualquer quarto de hotel, em particular, nas casas de banho do quarto (estes, em especial, uma derivação designada de toiletries). No entanto, nem sempre foi assim. A incorporação de casas de banho nos quartos de hotel é relativamente recente no que à história diz respeito, rondando o início do século XX. Com o crescimento da procura turística, o aumento da concorrência e a exigência gradual dos clientes, tornou-se necessário encontrar elementos diferenciadores, de modo a atrair e satisfazer mais e melhor os hóspedes. Os amenities foram sendo introduzidos aos poucos, primeiro com um custo associado, depois sendo totalmente gratuitos, um mimo que os clientes receberam de muito bom grado e alegria. Hoje são indispensáveis a um serviço com o mínimo de qualidade.     

Na maioria dos casos, é oferecido um conjunto de amenities. O básico é o champô, o gel de banho e o sabonete. Alguns hotéis vão mais longe e juntam a este grupo touca de banho, esponja abrilhantadora de sapatos, escova e pasta de dentes, pente, kit de barbear, kit de manicure, cotonetes, creme hidratante, óleos essenciais, sais de banho, e, até, chinelos de quarto descartáveis. Mas há ainda mais produtos que podem ser disponibilizados aos clientes, dependendo do posicionamento do estabelecimento, da sua categoria e do nível de satisfação que este pretende proporcionar aos seus hóspedes.

A escolha dos amenities deve ser realizada com cuidado, delicadeza e atenção ao detalhe. É preciso ter em consideração as matérias primas que são usadas na conceção dos produtos, em especial por causa de eventuais alergias ou incompatibilidades que os clientes possam ter. Hoje em dia, há uma preocupação crescente com a utilização de produtos sustentáveis e amigos dos animais e do ambiente. Um pensamento estratégico na tomada destas pequenas decisões torna-se fundamental, já que permite contribuir para a imagem de marca do hotel, que deve estar alinhada com todo o conceito da empresa.

Estes produtos devem simples, mas de qualidade elevada; concebidos de forma sustentável e, sempre que possível, artesanal, com ingredientes autóctones; ter embalagens originais, com cores e logotipo personalizados, de acordo com o branding da empresa; possuir fragâncias delicadas e que permitam criar sensações inesquecíveis; ter um tamanho admissível aos olhos do cliente – normalmente embalagens a partir de 30ml é o ideal; ter uma data de validade relativamente extensa – nunca menor do que seis meses; o departamento de housekeeping é o que lida diretamente com estes produtos e tem, frequentemente, um contacto direto com o cliente, portanto deve ser sempre ouvido e integrado nas decisões de escolha, aquisição e avaliação dos amenities

Muitos hotéis decidem investir na sua marca de cosméticos, tendo uma linha de produção própria ou terceirizando este trabalho, mas acreditam ser a melhor estratégia, de modo a ter um elemento completamente personalizado e distinto. Os principais fornecedores em Portugal são empresas como a Lousani ou a Whitecash, mas nos últimos anos têm surgido muitos pequenos produtores. Estes apostam, cada vez mais, na produção artesanal e sustentável e têm vindo a ganhar espaço neste ramo, muito devido a uma maior consciencialização das empresas, e do público em geral, para as questões associadas à sustentabilidade nas suas diversas vertentes – social, ambiental e económica. 

O facto dos clientes levarem os amenities para casa não deve ser encarado como um insulto, antes como a prova de que gostou deles e uma oportunidade de relembrar a marca do hotel, a estadia, o destino e a viagem a cada vez que os vir ou utilizar.

Por tudo isto e muito mais, se bem usados, os amenities têm a capacidade de ser o elemento diferenciador de um estabelecimento hoteleiro ou, pelo menos, contribuir fortemente para a estratégia de diferenciação da marca e fidelização do cliente. Seja como for, eles têm o poder de transmitir uma mensagem direta e/ou subliminar, garanta que é a melhor!       

E você, costuma trazer os amenities?

Conte-me tudo, vou gostar de saber!

Cátia Rodrigues

Cátia Rodrigues

categorias

artigos mais recentes

Conhecendo a APECATE

Conhecendo a APECATE

A APECATE é uma associação que surge nos anos 2000 para representar as empresas de animação turística e eventos de...

Sabia que…

Sabia que…

A caldeirada de peixe se baseia num cozido? Não assenta num refogado, portanto. Leva diversas variedades de peixe,...

Sabia que…

Sabia que…

O Turismo de saúde e bem-estar é um dos produtos turísticos mais complexos que existem? Abrange vários subprodutos:...

Sabia que…

Sabia que…

Em Portugal, o osso da baleia é usado para artesanato? A pesca à baleia foi muito praticada entre os séculos XVIII e...

Artigos Relacionados

Desmistificando os motéis

Desmistificando os motéis

Os motéis são um meio de alojamento que surgiu no início do século XX nos Estados Unidos. O objetivo da sua criação foi corresponder a uma necessidade de acomodação por parte dos camionistas que conduziam muitas horas, precisavam de algum conforto...

Continue Reading
Acredite: o contrário do amor não é o ódio!

Acredite: o contrário do amor não é o ódio!

A maior parte das pessoas pensa que o contrário do amor é o ódio. Mas não é. Há algo muito pior, que tem a capacidade de destroçar até o mais forte dos corações. Há tempos descobri o que era “dar o ghost” (nem sei se é bem assim que se diz!)....

Continue Reading

Pin It on Pinterest