Sabia que…

11.01.2021 | Sabia que...? | 0 comments

O Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros é um dos mais importantes reservatórios de formações calcárias existentes em Portugal?

Abrange os concelhos de Alcanena, Alcobaça, Ourém, Porto de Mós, Rio Maior, Santarém e Torres Novas, na zona Oeste do país.

As construções que se podem descobrir nesta região, estão associadas ao calcário que por ali abunda. Destacam-se os muros de pedra seca, denominados “cerrados” ou “chousos”. Os moinhos de vento, lagares e azenhas, usados na moagem de cereais, bem como as salinas, encontram-se também por todo o território, testemunhas das atividades económicas da região.

À superfície, estas zonas caracterizam-se por serem secas, com ausência de cursos de água. São as escarpas, as rochas e os penedos que marcam a paisagem, mas, ainda assim, a flora não deixa de marcar presença. Aqui é possível encontrar carvalhos-cerquinhos, azinheiras, oliveiras, diversas plantas aromáticas, melíferas e, até, medicinais.

No subsolo a conversa é completamente diferente. Existe todo um frenesim a acontecer, um mundo à parte, com abundância de vida e prosperidade. Aqui, a água corre através de uma poderosa rede subterrânea. A erosão cársica originou belíssimos fenómenos espeleológicos, onde abundam, em especial, os morcegos. Estima-se que, só nesta zona do país, existam cerca de 18 espécies diferentes deste magnífico animal. De destacar, ainda, as numerosas aves que habitam este território, em especial a gralha-de-bico-vermelho, que tem o hábito de fazer o seu ninho em cavernas. A maioria das grutas não está acessível ao público, sendo estas apenas estudadas por profissionais especializados, para garantir a sua preservação. Ainda assim, há algumas visitáveis, qual espetáculo de ficção científica.

Na Serra de Aire e Candeeiros, pode-se encontrar, ainda, o Monumento Natural de Pegadas de Dinossáurios, um relevante registo fóssil do período Jurássico. Trata-se de uma laje calcária, com mais de 175 milhões de anos, que conservou as pegadas dos Saurópodes que por ali passaram. Além disso, existe, também, o Jardim Jurássico, uma reconstituição da flora existente naquele período, com exemplares de vegetação que podem ser considerados fósseis vivos.

Fonte da imagem: https://www.vagamundos.pt/roteiro-serras-de-aire-e-candeeiros/

Partilhar é cuidar!

Cátia Rodrigues

Cátia Rodrigues

categorias

artigos mais recentes

Sabia que…

Sabia que…

A ilha da Madeira tem um pão próprio? Trata-se do Bolo do Caco. Apesar de ter “bolo” no nome, não é um alimento doce....

Sabia que…

Sabia que…

O Parque Natural Sintra-Cascais é um museu a céu aberto? Com uma área superior a 14 000 hectares, abrange os...

Sabia que…

Sabia que…

A rainha do Fundão é a cereja? A cereja do Fundão é um produto de Indicação Geográfica Protegida. A sua produção é...

Sabia que…

Sabia que…

As amendoeiras existem em Portugal devido a uma linda história de amor? Diz-se que nos tempos em que o Algarve era...

Artigos Relacionados

Sabia que…

Sabia que…

Em Portugal não se diz: “fui enganado”? Diz-se: “fiquei a ver navios”. Esta é uma expressão muito portuguesa, que pode ter várias explicações. Como é sabido, Portugal foi um dos descobridores do mundo. Nessa época, muitos foram os navios a partir...

Continue Reading
Sabia que…

Sabia que…

A ilha da Madeira tem um pão próprio? Trata-se do Bolo do Caco. Apesar de ter “bolo” no nome, não é um alimento doce. É um tipo de pão, confecionado à base de batata doce e farinha de trigo. O seu sabor é, na verdade, bastante neutro. Não se sabe...

Continue Reading
Sabia que…

Sabia que…

O Parque Natural Sintra-Cascais é um museu a céu aberto? Com uma área superior a 14 000 hectares, abrange os concelhos de Sintra e Cascais e compreende uma zona agrícola, onde se produz fruta e vinho e a zona costeira, com praias, falésias e...

Continue Reading
You cannot copy content of this page